If I had to explain, you wouldn’t understand…

Teoricamente trabalhamos com comunicação: entendemos e nos fazemos entender. Dialogar com outras pessoas não deveria ser um problema, mas…

Dêem uma olhada em como os autores do livro Storytelling For the User Experience abordam o problema da (falta de) diálogo:

Think about the last time you had free rein to say whatever you wanted to say, taking as long or short time as you needed to say it, absolutely sure that you’re not going to be interrupted, redirected or distracted. It may have been a long time ago, perhaps never.
(QUEENSBERY, Whitney. BROOKS, Kevin, 2010)

Entrei em contato com esse material nos últimos dias e, embora não seja o principal assunto do livro, a falta de sintonia entre nós, ou, mais precisamente, a nossa incapacidade de ouvir o outro ocupa um capítulo inteiro do livro.

A arte de um storyteller é explicar, através de uma analogia simples, insights de design, conceitos complexos ou compartilhar, em voz alta, soluções tecnlógicas a princípio, impossíveis.

Entretanto, para os autores, contar essa estória não é apenas narrar o evento. Mas entende-lo, confrontando diferentes pontos de vista. Bem, grande parte do nosso trabalho não é ouvir outras equipes (como as áreas de negócios, marketing, SEO, designers, etc.)? Então por que não criar um ambiente confortável para que essas pessoas exponham suas expectativas?

Explicando a técnica de Really Listening (sim, os americanos criam categorias absurdas), os autores concluem que precisamos ouvir com atenção, ao invés de defender em tempo integral nosso ponto de vista, ou seja:

1. Preste atenção na maneira como as pessoas contam as coisas;
2. Evitar  concluir o pensamento alheio;
3. Não pense na sua resposta enquanto a outra pessoa esta falando.
4. Não interrompa o silêncio do seu interlocutor. Estas pausas são importantes para que ele expresse camadas mais profundas do seu raciocínio.

Quer saber mais sobre o assunto? Tente as matérias abaixo, retiradas do próprio livro:

http://www.flickr.com/photos/rosenfeldmedia/4459211839/

http://www.sklatch.net/thoughtlets/listen.html

http://www.mindtools.com/CommSkll/ActiveListening.htm

http://powertochange.com/students/people/listen/

Por fim, conduzir uma boa conversa pode ser mais útil do que parece. Aliás, será que é por isso que conversar com um bom terapeuta custa mais que R$500,00 por hora?

Bibliografia
QUESENBERY, Whitney. BROOKS, Kevin. Storytelling for the user experience. Crafting stories for better design. Estados Unidos: Rosenfeld Media, 2010.

Anúncios

Um comentário sobre “If I had to explain, you wouldn’t understand…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s